terça-feira, 29 de março de 2011

QUEM TEM MEDO DE ELIZABETH TAYLOR?



*IMAGEM: LIZ TAYLOR EM “QUEM TEM MEDO DE VIRGINIA WOOLF”, DIRIGIDO POR MIKE NICHOLS, 1966. 
CARO DIÁRIO
ELA SIMPLESMENTE NASCEU E SEM PEDIR LICENÇA FOI TER COM SUA ANSIEDADE DE ESTRELA: O PLURAL.
NÃO HOUVE TEMPO PARA SABER SE AQUILO ERA FELICIDADE OU SE DEIXAVA DE O SER, AS PALAVRAS FORAM DELA E OS AMORES TAMBÉM.
É TAMBÉM O QUE ELA CRÊ, POR ISSO O BOLO É COMO A METADE DE UMA DESPEDIDA. JAMAIS CANTAVA "PARABÉNS PRA VOCÊ".
LIZ SEMPRE LÚCIDA TAMBÉM NUNCA LIGOU PRA MIM PERGUNTANDO COMO EU ESTAVA? MAS DELA SINTO FALTA! POIS UMA COISA APRENDI COM A PESSOA LIZ: "MESMO ENTRE LOBOS, NUNCA ESQUEÇA QUEM VOCÊ É!"
MISS TAYLOR, NUNCA FOI UMA DESTAS MULHERES PATETAS QUE, LÁ POR QUE ESTÃO NA IDADE DOS ENTUSIASMOS IRREFLETIDOS, PASSAM O TEMPO A CORRER ATRÁS DE NÉVOAS, FANTASIAS E IMAGINAÇÕES.
ENTÃO AMOU E ATÉ ROUBOU O MARIDO DAS OUTRAS. AGORA O AMOR DELA ESTÁ ADORMECIDO, PORÉM COM ESPERANÇA!
SIM, É CERTO POR MAIS ESPESSAS E NEGRAS QUE ESTEJAM AS NUVENS SOBRE AS NOSSAS CABEÇAS, O CÉU LÁ POR CIMA ESTARÁ PERMANENTEMENTE AZUL E LIZ TAMBÉM ESTARÁ LÁ!!!!
fim

Nenhum comentário: