quinta-feira, 26 de setembro de 2013

ESPERANÇA E AMOR É TER A GELADEIRA CHEIA DE CERVEJA E FEIJÃO, COM O REMÉDIO DA GRIPE AO LADO DO PINGUIM.


*IMAGEM: AUTORRETRATOS, MANHÃS DE SETEMBRO DE 2013.
"MAS TAMBÉM, ÀS VEZES, A NOITE É OUTRA: SOZINHO, EM POSTURA DE MEDITAÇÃO (SERÁ TALVEZ UM PAPEL QUE ME ATRIBUO?), PENSO CALMAMENTE NO OUTRO, COMO ELE É: SUSPENDO TODA INTERPRETAÇÃO; O DESEJO CONTINUA A VIBRAR (A OBSCURIDADE É TRANSLUMINOSA), MAS NÃO QUERO POSSUIR; É A NOITE DO SEM PROVEITO, DO GASTO SUTIL, INVISÍVEL: ESTOY A OSCURAS: EU ESTOU LÁ, SENTADO SIMPLES E CALMAMENTE NO NEGRO INTERIOR DO AMOR."
ROLAND BARTHES, FRAGMENTOS DE UM DISCURSO AMOROSO.

Nenhum comentário: