quarta-feira, 24 de setembro de 2014

VARANDAS PARA MENDIGOS PERDULÁRIOS.

*IMAGEM: ACERVO PESSOAL, LARGO SAO BENTO, SÃO PAULO, BRAZIL
PARA SER LIDO AO SOM DE THIAGO PETHIT
CARO DIÁRIO - HI DEAR?
AS PLANTAS SE PROJETAM ALONGADAS NOS PRÉDIOS RETRÔ ABANDONADOS E QUE NÃO SERÃO DESTINADOS PARA A HABITAÇÃO SOCIAL: TETOS DE ESTRELAS VAZIAS.
NÃO FOI PARA ENFIAR ESMERALDAS QUE VIM MORAR AQUI: TIRO OS SAPATOS E COM OS PÉS NUS PENDURO QUADROS! 
O DIA AVANÇARA LENTO, ASSIM PREPARO MEUS OUVIDOS E MEU CORPO PARA AS PALAVRAS EM GESTAÇÃO. DEDOS DESÉRTICOS COM O SOL ACIDENTADO ILUMINANDO O REMENDO NA CORTINA.
TOMO CAFÉ, ESTOU COM PREGUIÇA DE TOMAR BANHO, LAVO A MÁSCARA, PENTEIO OS CABELOS, ESCOVO OS DENTES, TROCO A PEÇA ÍNTIMA, ENTRETANTO, COLOCO A MESMA ROUPA USADA ONTEM E SAIO. 
VOU DESVIANDO DAS POÇAS SUJAS DA CHUVA DE ONTEM. O CÉU DE TÃO PESADO DE MORTOS, PODE DESABAR NOVAMENTE A QUALQUER MOMENTO! 
UM FINO FIO DE GAROA DESCE AOS POUCOS INDECISA, IMPREGNANDO O AR QUE SE ENCHE DE OLHOS, DE PELES, DE VOZES AVELUDADAS, PALAVRAS NÃO FORMULADAS. 
SEM COMPREENDER, VAGA ENTRE A GAROA E A TOMBA. COMO UM CEGO PERDIZ ME VENDO APENAS PRA DENTRO, MESMO ENTRE TOMATES CEREJAS E AZALÉIAS DIVERSAS, BRUTO POR HOJE ESTOU PRONTO E, DE REPENTE, A CHUVA NOVAMENTE VOLTOU A CAIR!

Nenhum comentário: